Categorias
Como estudar Educação/Ensino Problemas na educação

Como estudar? Dicas ao estudante iniciante

Indo diretamente ao ponto: “Saber estudar com eficiência não é inato – é algo que se adquire” (James Deese e Ellin Deese, no livro: Como Estudar). Mesmo que você tenha vontade de aprender, pode enfrentar dificuldades como:

  • Não saber o quanto ou como estudar
  • Não conseguir se concentrar para estudar
  • Não conseguir dividir adequadamente o tempo de estudo
  • Não saber ler um livro de modo eficiente
  • Não conseguir se organizar para estudar
  • Não conseguir tomar boas notas em salas de aula
  • Não conseguir se lembrar do que estudou há poucos dias
  • Não saber como utilizar recursos disponíveis para o estudo, como a biblioteca ou internet
  • Não conseguir boas notas em provas, mesmo que você saiba a matéria

Se esse é o seu caso, não se preocupe: também foi o meu problema e atualmente é o problema de milhares de estudantes ao redor do mundo.

Antes de estudar, é necessário aprender como estudar. E, surpreendentemente, isso não é ensinado aos alunos do ensino fundamental, nem aos alunos do ensino médio, nem aos alunos do ensino superior, nem aos alunos de pós-graduação! Se você quiser realmente aprender como estudar, terá que aprender por conta própria.

Neste texto vou explicar como eu aprendi a estudar para que você tenha um norte a seguir, uma espécie de “caminho das pedras” para sanar sua deficiência em estudar de modo mais rápido do que eu consegui sanar as minhas.

Como eu descobri que não sabia estudar

Apesar de nunca ter sido um aluno brilhante durante o ensino médio, na década de 1980, também não me considerava partícipe do “pelotão” inferior, ou seja, eu sempre me considerei um estudante de mediano a mediano-superior. Nunca reprovei no ensino médio e sempre tinha boas notas; estava no paraíso estudantil.

Esse paraíso estudantil durou até o começo da década de 1990, quando entrei na faculdade de medicina da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Nada, mas absolutamente nada, durante o ensino médio tinha me preparado para a quantidade, a rapidez e a profundidade de coisas que tínhamos que aprender em um curto período de tempo. O tamanho de cada livro e quantidade de páginas que tínhamos que ler e aprender em uma semana era algo absolutamente inimaginável para quem acabou de sair do ensino médio.

Sem saber fazer de outro jeito, continuei estudando como no ensino médio. Resultado: tirei a primeira nota 4,5 da minha vida. Para quem se considerava um estudante mediano-superior isso foi um baque e ligou um alerta: “o que eu fiz de errado”? O único “conforto” era o de que ninguém tinha ido bem nas provas também, uma espécie de justificação coletiva para o fracasso.

tComo compensávamos essa dificuldade? Estudando horas e horas e horas a fio, mas ainda sem nenhuma organização ou método de estudo eficiente. Deu resultado, claro, as notas de todos melhoraram, mas ao custo de incontáveis noite de sono perdidas. E, ao final, continuávamos com os mesmos problemas listados no começo deste texto.

Em resumo: eu estudava muito, mas de forma errada. Não sabia estudar. Ninguém recém saído do ensino médio sabia estudar.

Como eu aprendi a estudar

No começo do segundo ano da faculdade de medicina conversei com vários professores a respeito de dificuldade de estudo. Eu não me lembro exatamente qual professor me indicou o livro Como Estudar, mas o fato é que esse livro foi decisivo em minha vida como estudante:

Meu exemplar do livro Como Estudar.
James Deese e Ellin K. Deese. Como Estudar (o clássico manual para estudantes de MORGAN e DEESE). 13ª ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1990.

Eu comprei meu exemplar de Como Estudar em 1992 ou 1993 e com ele pude perceber que estava estudando errado minha vida toda. O livro é um pequeno manual (155 páginas) dividido em 10 capítulos que ensinam as melhores técnicas de estudo. Os capítulos são os seguintes:

  1. Um bom começo
  2. A arte de estudar
  3. A experiência na sala de aula
  4. A arte de ler
  5. Estudando em livros didáticos
  6. Como fazer provas
  7. Como redigir seus trabalhos na faculdade
  8. Como estudar uma língua estrangeira
  9. Como estudar matemática e ciências
  10. Como obter ajuda

Esse livro é fantástico e nos ensina técnicas de estudo que levaremos conosco para o resto de nossas vidas. Como vocês podem ver pela foto acima, tenho o meu exemplar até hoje!

Eu não sei se esse livro ainda pode ser encontrado em livrarias hoje em dia mas, com certeza, deve estar disponível em diversos sebos.

Se você é estudante (do ensino médio ou universitário) e tem uma ou mais das dificuldades listadas no começo deste artigo, não perca mais tempo: procure um exemplar do Como Estudar em algum sebo, e aprenda a estudar de forma eficiente.

Algumas observações:

  • A edição que eu comprei (em 1992 ou 1993) foi lançada em 1990 e baseada em uma edição ainda mais antiga do original em inglês. Então é óbvio que o Como Estudar não traz nenhuma informação a respeito de pesquisas na internet, bibliotecas online e recursos multimídia. Por mais que isso limite algumas opções atuais, penso que isso não é uma desvantagem, ao contrário: penso que o esforço realizado para o estudo é melhor aproveitado.
  • O Como Estudar foi escrito tendo como público os estudantes universitários ou, ao menos, no final do ensino médio. Pode ser utilizado por estudantes do início do ensino médio mas é melhor aproveitado por estudantes universitários.

Um livro mais atual para o ensino fundamental e médio

Para os estudantes do ensino fundamental e médio (sem excluir os universitários) um livro atual e disponível hoje em qualquer livraria é o Você Sabe Estudar?, de Cláudio de Moura Castro:

Meu exemplar de Você Sabe Estudar?
Cláudio de Moura Castro. Você Sabe Estudar? 1ª ed. Porto Alegre: Penso, 2015.

Você Sabe Estudar?Eu comprei o livro acima há alguns anos para o meu filho, Tomás, que está no ensino fundamental. Ao contrário do Como Estudar, que foi escrito para estudantes universitários, o Você Sabe Estudar? foi escrito especificamente para os jovens estudantes brasileiros, com uma linguagem bem informal e muitas figuras, ilustrações, desenhos e esquemas.

É também um pequeno manual (173 páginas) dividido em 7 capítulos, com todas as principais técnicas de estudo. Os capítulos são:

  1. Aprendi, mas já esqueci
  2. Preparativos: o ambiente é para ajudar, não para atrapalhar
  3. O tempo é sua maior riqueza, há que administrá-lo
  4. Bons hábitos de estudo
  5. Técnicas para entender a matéria
  6. Técnicas para não esquecer
  7. A arte de fazer provas sem nervosismo

Por ter sido escrito especificamente para o jovem estudante brasileiro, sua leitura é fácil e as inúmeras figuras e ilustrações ajudam o estudante a reforçar as técnicas do estudo eficiente.

Como é um livro recente, já traz inúmeras sugestões e técnicas para o uso da internet e recursos multimídia para o estudo, o que motiva os estudantes mais tecnológicos. Se os recursos online e multimídia são mais eficientes do que os clássicos (livros e bibliotecas), ainda não sei.

Aprenda a ler um livro

Os dois livros acima são ótimos para aprendermos as técnicas de estudo eficiente mas, ambos, tratam um ponto importante de modo um tanto quanto superficial: esse ponto é o modo correto de ler um livro.

Claro, tanto o Como Estudar quanto o Você Sabe Estudar? trazem seções sobre o modo correto de leitura mas, como são livros de técnicas de estudo em geral, não podem dedicar muito espaço à questão crucial de leitura correta de um livro.

Para aprender a ler corretamente um livro, a melhor referência que eu conheço (e, claro, a que eu utilizei para realmente aprender a ler livros) é o Como Ler Livros: o guia clássico para a leitura inteligente, de Mortimer J. Adler e Charles Van Doren:

Meu exemplar da nova edição do Como Ler Livros
Mortimer J. Adler e Charles Van Doren. Como Ler Livros: o guia clássico para a leitura inteligente. São Paulo: É Realizações, 2011.

O Como Ler Livros, de Mortimer Adler, é um clássico mundial. Lançado inicialmente em 1940 (a segunda edição foi lançada em 1967 e a terceira edição em 1972), esse livro tornou-se quase que um “padrão” sobre como deve ser feita a leitura correta de um livro.

Existem várias edições em português desse livro. A mais recente (e de ótima qualidade) foi lançada pela editora É Realizações, em 2011, baseando-se na 3ª edição americana (de 1972).

Esse livro é absolutamente indispensável na biblioteca de qualquer estudante. Ao contrário do Como Estudar e do Você Sabe Estudar?, que trazem técnicas gerais de estudo, o Como Ler Livros traz uma extensa discussão (430 páginas) e técnicas eficientes voltadas exclusivamente para aproveitar o máximo da leitura de diversos tipos de livros. O livro é dividido em 4 partes e diversos capítulos:

  • Parte 1: As dimensões da leitura
    • 1) A leitura: arte e atividade
    • 2) Os níveis de leitura
    • 3) A leitura elementar
    • 4) A leitura inspecional
    • 5) A arte da leitura exigente
  • Parte 2: O terceiro nível da leitura: a leitura analítica
    • 6) A classificação de um livro
    • 7) Como radiografar um livro
    • 8) Chegando a um acordo com o autor
    • 9) Como especificar a mensagem do autor
    • 10) Como criticar um livro
    • 11) Concordar com o autor ou discordar?
    • 12) Materiais de apoio
  • Parte 3: Como ler diversos assuntos
    • 13) Como ler livros práticos
    • 14) Como ler literatura imaginativa
    • 15) Sugestões para a leitura de narrativas, peças e poemas
    • 16) Como ler livros de história
    • 17) Como ler livros de ciências e de matemática
    • 18) Como ler livros de filosofia
    • 19) Como ler livros de ciências sociais
  • Parte 4: Os fins últimos da leitura
    • 20) O quarto nível da leitura: a leitura sintópica
    • 21) A leitura e o crescimento intelectual
  • Apêndice A: Lista de leituras recomendadas
  • Apêndice B: Exercícios e testes dos quatro níveis de leitura

Você quer melhorar sua leitura? Compre um exemplar do Como Ler Livros e comece por ele sua nova jornada de leitura. Com alguma dedicação você estará lendo muito melhor.

Em resumo

Resumindo tudo em 3 ações práticas:

  1. Compre um exemplar do Como Estudar (se você está no final do ensino médio ou no universitário) e/ou do Você Sabe Estudar? (se você está no ensino fundamental, médio ou universitário).
  2. Compre um exemplar do Como Ler Livros.
  3. Leia e estudo esses livros, utilizando as técnicas que os mesmos estão ensinando.

Em pouco tempo você será um estudante muito melhor.

2 respostas em “Como estudar? Dicas ao estudante iniciante”

Olá Larissa, tudo bem? Esses livros são realmente muito bons. O Você Sabe Estudar? está disponível em qualquer livraria, vale a pena mesmo. Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *